• institutodocoracao

Com técnica moderna, médicos do Incor desobstruem coração de paciente e lhe salvam a vida.

A maior satisfação do Incor Rio Preto e seu corpo clínico é saber que, por dispor do que há de mais moderno em Medicina e ter o conhecimento de procedimentos avançados, podem salvar vidas e garantir o bem estar a seus pacientes, mesmo em casos delicados.


Foi o que aconteceu com o Sr. Vitor H. de Barros, paciente do Dr. Paulo Roberto Nogueira, cardiologista do Incor Rio Preto.

“Graças a Deus, tô zerinho em folha”, agradece Sr. Vitor. “Consigo fazer tudo. E pensar que, poucos dias atrás, me cansava só para me enxugar após o banho”, lembrar ele, voltando ao período em que era vítima de uma estenose aórtica, o que impedia do sangue circular adequadamente pelo corpo.


Até então a única alternativa era a cirurgia convencional mais traumática para o paciente, na qual é necessária a esternotomia (abertura do osso esterno, que fica na frente do músculo cardíaco), em que o peito é aberto para o procedimento.


Felizmente, a equipe do Incor Rio Preto, coordenada pelo cardiologista intervencionista Dr. Luiz Antônio Gubolino, domina uma técnica inovadora – o implante percutâneo de válvula aórtica ou TAVI (sigla em inglês).



Nesta técnica, em vez de abrir o peito, o médico do Incor fez apenas um pequeno corte de poucos centímetros na virilha do paciente. Pelo corte, ele introduziu o cateter pela artéria femoral, levando-o até o coração. Lá, a válvula foi desobstruída sendo implantado uma nova válvula e o sangue voltou a circular normalmente.

Ainda na UTI, o paciente já sentia os efeitos benéficos do procedimento. “Horas depois, já fazia exercícios leves, sob orientação”, conta Sr. Vitor, que agora recebe os cuidados da esposa Suzi (FOTO).


O procedimento foi feito no Hospital Beneficência Portuguesa, de Rio Preto, e contou também na equipe médica com Drs. Antônio Hélio Pozeti e Dr. José Armando Mangione.

Dr. Paulo Nogueira explica que o TAVI é o procedimento indicado para pacientes que têm alto risco cirúrgico. “Ficamos muito felizes por poder oferecer aos nossos pacientes a possibilidade de fazerem estes procedimentos que só os grandes centros do mundo dispõem”, afirma o cardiologista.


O TAVI é indicado para quando o paciente corre risco ao fazer a cirurgia tradicional de implante de válvula e apresenta maior risco para cirurgia tradicional. O procedimento comum é arriscado para alguns públicos devido à idade, peso ou doenças prévias, como câncer, problemas renais ou pulmonares.

41 visualizações

contato

contato@incorriopreto.com.br

Tel. (17) 2139-8300 ou

(17) 3512 4300 

Av. José Munia, 7301

15 085-985
São José do Rio Preto/SP

horário

de

funcionamento

Segunda a Sexta  06:00 - 18:00

Sábado, Domingo e Feriado - Fechado

 

Incor Rio Preto - Versão 2019 por Intermídia e Wix .